Velto Silva

Poemas profundos e oriundos.

Textos


Hoje me disseram que eu peco pelo excesso, pelo exagero de informações, pela extravagância, pela singularidade e pela excentricidade.
Comecei a observar que toda ação fora do comum é considerada esquisita, descobri também que quem critica o outro por pecar pelo excesso está quase sempre relacionado às coisas que queriam fazer na vida e nem sempre ou nunca terão coragem, porque dependem da aprovação alheia.
Eu dependo da minha aprovação, do meu estado de espírito, do dia, do sol e da natureza porque sei que estes são neutros.
As más e profanas línguas reprovarão e nada irá se alterar no meu ser, a não ser pecar mais e mais (...)
Como eu não estou neste planeta para ficar de braços cruzados olhando quem peca pela falta ou pelo excesso, resolvi abrir caminhos para você.
Aproveita, segue o teu que eu sigo o meu.
#VS
Velto Silva
Enviado por Velto Silva em 23/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras