Velto Silva

Poemas profundos e oriundos.

Textos

Bebida e gênero.

Há muito tempo venho observando essa relação estreita entre bebida, mulher e homem, fico analisando o comportamento humano diante dos mais variados líquidos que contenham álcool, por exemplo: Mulher e um copo de cerveja não combinam e é totalmente desproporcional ver a imagem de uma mulher segurando uma lata ou um copo de cerveja, não existe nenhuma correlação desde o copo, o tipo da bebida e aquela cor amarelada de urina que a cerveja possui com a imagem e silhueta de uma mulher, do contrário, um bom vinho cai como um luva, o formato da taça, a cor do líquido seja ele vermelho, verde ou rosé, não importa, sendo um vinho de boa qualidade é o que interessa.
Cerveja combina com homens quarentões e barrigudos que ficam o dia todo no barzinho da esquina enchendo a cara e comendo muela, linguiça e coração de galinha para manter aquela barriga.
E quando levam as esposas ou namoradas para estes ambientes é como se tivesse caído do céu uma esmeralda no meio de um lixão.
Não quero dizer com isso que uma mulher não possa tomar uma cerveja e nem que um homem não possa tomar um bom vinho, mas sob a minha ótica, enquanto que a cerveja é apenas uma bebida o vinho é algo transcendental, filosofal, vinho tem alma fina e cristalina, já a cerveja é a própria personificação do demônio.
Velto Silva
Velto Silva
Enviado por Velto Silva em 05/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras